domingo, 5 de junho de 2011

Medo...

Hoje vou transcrever partes de um livro que tenho lido, que fala de uma assunto a qual hoje me ronda e bastante. Muitas vezes o medo tem feito parte da minha vida, e é ai, que Deus entra. Me confrontando a ser forte e me confortando em meio a tempestades da vida.


"Devo dizer uma coisa sobre o medo. Ele é o único oponente real da vida. Só o medo pode derrotar a vida. Ele é um adversário inteligente, traiçoeiro - e como eu sei disso! Ele não tem decência, não respeita nenhuma lei ou convenção, não mostra a menor misericórdia. O medo procura o seu ponto mais fraco, que encontra sem erro nem dificuldade. Começa na sua mente, sempre. Em um momento você está se sentindo calmo, com sangue frio, feliz. Então o medo, disfarçado na pele de uma leve dúvida, entra na sua mente como um espião. A dúvida encontra a descrença e a descrença tenta expulsá-la. Mas a descrença é um soldado raso mal armado. A dúvida a derrota sem maiores problemas. Você fica ansioso. A razão vem à batalha por você. Você está reafirmado. A razão está completamente equipada com a última tecnologia em armas. Mas, para sua surpresa, apesar de ter uma tática superior e várias vitórias inegáveis, a razão perde. Você se sente enfraquecendo, hesitando. Sua ansiedade se torna pavor...
Rapidamente você toma decisões precipitadas. Você dispensa seus últimos aliados: a esperança e a confiança. Pronto, você se derrotou. O medo, que nada mais é do que uma impressão, trinfou sobre você.
Você deve lutar para fazer brilhar a luz das palavras sobre ele. Se você não o fizer, se seu medo se tornar uma escuridão sem palavras que você evita, talvez até consiga esquecer; você se abre a mais ataques de medo porque você nunca realmente lutou contra o oponente que o derrotou."

Life of Pi - Yann Martel.

Tem dias que tenho medo. Tem dias que o medo me ronda, e confesso que tem dias que eu perco para ele. Medo de morrer, medo de perder quem amo, medo de não achar um bom rapaz, medo de faltar dinheiro para pagar as contas do mês, medo e medo... ele bate na minha porta diariamente. E o que eu faço? Eu exponho eles a Deus, eu conto todos os meus medos, para Jesus, porque é Ele e somente Ele que me dá esperança. Esperança de que tudo vai ficar bem, em meio as batalhas da vida. Que tudo vai ficar bem se eu colocar meus medos diante da luz que é Ele. Bem aquela coisa tipo quando o pai deixa a luz acessa para o filho dormir tranquilo, porque seu filho esta com medo do mostro do armário. E o mostro do armário?? Ele simplesmente não existe. Mas, o pai acalma seu filho de qualquer maneira. E, é assim que eu posso dormir tranquila, porque meu Pai acende a luz, todos os dias.
Um beijo e boa semana a todos!!!


2 comentários:

eva mooer disse...

Kati...grande post o seu.O medo toma conta do mundo,e por causa dele,as pessoas deixam de viver todo o potencial a que foram programadas.O medo de perder,de sofrer...Também uso a mesma arma que vc.Ao anoitecer quando o silêncio é grande,escuto claramente a voz do medo.Medo de perder outro filho,de perder meus pais,de alguém do mal cruzar meu caminho...mas também deixo que Deus ilumine meu coração.Peço,não, suplico por luz e para que me de um abraço para me sentir segura.Daí, não tem como....deixando nas mãos dele,durmo como um anjinho.Como é bom poder orar e saber que nosso Deus nos ouve e nos livra das dores,mesmo que tenhamos que passar por provações que nos apavorem...ELE estará por lá para nos amparar.
Belo começo de semana.bom dia KAti.........abraços para vc

Paulo Cesar PC- BLOG DE TUDO UM POUCO, MINHA OPINIÃO disse...

O medo é a ausência da coragem. Um dos maiores tormentos do ser humano, já que é preciso superação para vence-lo. um grande abraço pra você.